setembro 7

A Mesa, de Nicolau Flores

A MESA

já que estamos aqui

todos nós

reunidos em torno desta mesa

por que não tocamos a nos mesmos

com todos os nossos orgãos sexuais?

(nossa boca, nossos dedos

nossos mamilos, nossos pênis,

nossa vagina, nosso ânus,

nossos anos, nossos olhos,

nossos ossos?)

é porque não queremos

ou foi a mamãe

que nos disse que não?

já que estamos aqui

em volta desta mesa

por que não fazemos uma conspiração

para matar nossos pais

e depois tirar a roupa?

e por que aqui juntos

sentados nesta mesa

que pode ser uma esquina, uma

lanchonete, um

muro, uma escola

não aproveitamos nossa presença

e nos deseducamos?

(ai, brincaremos com coco

treparemos nos árvores

mexeremos nos nossos pintos

nas nossas xoxotas, faremos

poemas tortos, pularemos os

muros, falaremos errado

conjugaremos mal os verbos

veremos nossos pentelhos

crescerem ao vento juntos

com nossos seios

que são como a grama pontuda

brotando pela terra toda)

depois iremos à escola

não prá aprender o be-a-bá

nem que

M A R I A V I U A R O S A

pois o que viu maria

foi outra coisa

mas iremos prá libertar os professores

do guarda-pó

da lista de chamada

do saber do poder

e para fazermos uma grande algazarra

uma enorme farra

sobre a aritmética

sobre a gramática

já que estamos reunidos

em torno desta mesa

girando em torno do sol

por que não vamos revidar

todos os tapas, as palmadas

os castigos

e fazermos nossos pais

se revoltarem contra

o patrão, o padre, o presidente

o policial

e os edifícios da cidade?

reunidos em torno desta mesa

liberaríamos outro pobre adolescente

pregado na cruz

e que foi forçado a ter

o mais tirânico

o mais absoluto

o mais eterno

o mais opressor

de todos os pais

o pai supremo que nos vigia do céu

e dita ordens de existirmos

a nossa existência

que nos vigia no banheiro

quando nos masturbamos

e nos vigia na cama

quando trepamos

assim

tudo proposto

reunidos os esforços

sacudido o pó secular

feita a cabeça

nos aqui

em torno desta mesa

(para que a vida

antes de ser infância e

adolescência

doces

seja vida)

viraremos e destruiremos a mesa.

 


Tags:
Copyleft - É livre a reprodução para a difusão anárquica! (A)

Publicado 7 de setembro de 2013 por estudoslibertarios na categoria "Poesia